Pular para o conteúdo

CordeiroBiz

A produtividade da ovelha brasileira em foco!

Muito se fala sobre o potencial do Brasil na produção de carne. Quando somamos a nossa área disponível para pastejo a facilidade de acesso que temos aos farelos e subprodutos da agroindústria brasileira, é indiscutível que as cadeias que produzem proteína animal cumpram com o seu papel de suprir a demanda pelos produtos. Já é de conhecimento que a cadeia ovina não consegue ao menos atender o consumidor interno e dependemos de exportações da carne provinda principalmente do Uruguai. Sofremos com a falta de foco dos produtores e técnicos que atuam no setor e há necessidade emergencial de implantarmos os conceitos de eficiência produtiva dentro das propriedades.

O III Dia de Campo para ovinocultores produzido pelo CordeiroBIZ posicionará o seu público frente a temas que discutem a produtividade da ovelha brasileira e como podemos alcançar melhores índices produtivos por meio do planejamento do sistema produtivo. Conheça detalhes do III Dia de Campo clicando aqui.

A produtividade da ovelha brasileira em foco. Acesse, conheça detalhes do evento e faça sua inscrição.
A produtividade da ovelha brasileira em foco. Acesse, conheça detalhes do evento e faça sua inscrição.

O potencial produtivo da ovelha frente a outros segmentos da pecuária que produzem carne representa um grande atrativo para investidores que desejam atender este segmento do mercado alimentício. A gestão de um sistema de produção ovino focado em resultados prioriza a produtividade do rebanho, desta forma a ovelha precisa ser o foco das decisões técnicas dentro da propriedade.

Os palestrantes do III Dia de Campo serão enfáticos em suas apresentações com o objetivo de explorar conceitos técnicos aplicáveis nas produções brasileiras. A equipe irá guiar o produtor para buscar a viabilidade econômica do seu sistema. Exemplos práticos serão compartilhados com o público pelos resultados alcançados no projeto Fazenda Viva do CordeiroBIZ somado às experiência dos participantes.

Aliado às palestras do evento, será desenvolvida uma atividade prática que envolverá ovelhas com diferentes escores de condição corporal (ECC), por meio do qual os participantes poderão se familiarizar com a técnica de avaliação de escore e a importância da inclusão de ferramentas como esta na produção para garantir melhores índices zootécnicos e consequente aumento da produtividade.

No evento também será apresentado a experiência da Cabanha Mantovinos com as técnicas apresentadas nas palestras e a participação do plantel da propriedade no programa de seleção neozelandês SIL – Sheep Improvement Limited (Melhoramento Ovino Ltda). A SIL é uma divisão da Beef+Lamb New Zealand, a maior organização representativa da indústria ovina e bovina da Nova Zelândia pertencente a ovino e bovinocultores e administrada por eles.

Invista em uma ovinocultura de resultados. Participe do III dia de campo e compartilhe esta proposta.

Equipe CordeiroBIZ

3 comentários em “A produtividade da ovelha brasileira em foco!”

  1. Buenas!
    Falando em termo regional, acredito que hoje o RS é o Estado que mais produz e consome carne de ovinos e caprinos no Brasil. Acho que, com a criação da ABCOC junto ao Ministério da Agricultura a partir de meados da década de noventa e inicio de 2000, passamos a ter um olhar diferenciado sobre o produto ovino/caprino! Aqui no RS, com a criação da raça de ovinos crioulos, posso dizer-lhes que a movimentação eraria neste setor surpreende e tem uma expectativa de crescimento nos próximos 10 anos assim como foi com a criação da raça crioula de cavalos que tem movimentação anual bilionária a nível Latino-América.
    Para que os amigos entendam, a raça de ovelhas crioulas é uma das que mais crescem no País e a justificativa leva em conta as características dos animais, que se adaptam nas mais diversas condições de clima, solo e vegetação. A rusticidade destes ovinos faz com que se sobressaiam tb quanto à resistência a doenças. O mercado da carne, tem excelente procura por se tratar de carne magra; a produção de lã e pele também representa bons negócios. O velo é utilizado para artesanato e tapeçaria industrial. A pele apresenta qualidade industrial superior no que diz respeito à resistência e suavidade. A cor da lã pode variar da branca à preta, incluindo tons intermediários tb é utilizada como um todo. A precocidade é outro diferencial da ovelha crioula, com puberdade precoce: as borregas aos sete e, os machos, a partir dos quatro meses, em condições naturais de criação, estão prontos para reprodução. Portanto, produtividade e boa espécie de ovinos/caprinos nos temos, agora bastam ações governamentais para que em conjunto consigamos levar o setor de ovinos a outro patamar assim como, aconteceu com o setor de equinos e bovinos por exemplo.
    Abrços.
    Dr. Abraão Rosah.

  2. Olá Dr. Abraão. Muito obrigado pela sua participação.
    Acreditamos no potencial do nosso país para produzir carne ovina e devemos seguir rumo a melhores resultados nos próximos anos com a adoção de novos conceitos de produção e tecnologias.
    Não defendemos uma raça, e sim a seleção de animais superiores e cruzamentos que permitam a melhora contínua dos índices produtivos do rebanho.
    Forte abraço
    Rafael

  3. Achei excelente a descrição e apresentação feita pelo Dr. Abraão Rosah do produto ovino crioulo. De modos que, honestamente, fiquei com vontade de adquirir alguns exemplares mesmo trabalhando ha uma vida com ovinos Dorpper. Vou me informar mais a respeito e possivelmente até o final do ano já inicie tb nesta raça. Até.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *