Pular para o conteúdo

CordeiroBiz

Para o sucesso da mão-de-obra na fazenda: dicas de produtores neozelandeses

Conheça os 5 principais PONTOS enfatizados pelos produtores de ovinos da Nova Zelândia para o SUCESSO de quem trabalha diretamente com os animais na fazenda

Conheça os 5 principais PONTOS enfatizados pelos produtores de ovinos da Nova Zelândia para o SUCESSO de quem trabalha diretamente com os animais na fazenda:

1) Você quer saber sobre ovelhas? Durma no pasto ao lado delas!

Os animais demonstram de diversas formas quando algo está, ou não, certo com eles. A observação constante do comportamento do rebanho ajuda a entender pontos críticos de manejo muitas vezes negligenciados por nós.

2) Trabalhe de forma inteligente e não ‘dura’.

A atitude da pessoa que lida diretamente com os animais reflete no desempenho produtivo do rebanho e dela mesma como responsável. É preciso saber a hora certa e mais eficiente de agir.

3) O rebanho é o que ele come.

A nutrição é a base de qualquer produção animal, seja ela proveniente de sistema de pastejo ou confinamento. Portanto, conheça seus pastos, caminhe em um por um e saberá muito mais sobre seus animais do que imagina.

4) Nós não criamos ovinos. Nós produzimos pasto. (leia-se comida)

Mais uma vez a nutrição prova ser a base de tudo. Entender esse conceito dentro do sistema de produção é crucial para o sucesso do empreendimento. O bom profissional que trabalha com os animais (leia-se: responsável por proporcionar as condições necessárias para que o rebanho expresse máximo potencial produtivo) é aquele que avalia suas próprias decisões no sistema antes de sugerir mudanças ou ações diretas no rebanho.

5) A qualidade dos cordeiros é o reflexo do seu trabalho com as ovelhas.

Muitas das conversas, reportagens e conceitos técnicos giram em torno do peso final do cordeiro para o abate. Negligencia-se a ovelha e se concentra no cordeiro/carneiro. Errado. O fato é que uma ovelha bem nutrida, manejada inteligentemente dentro do qual se conhece a fundo o ambiente em que ela vive e o potencial dela como mãe, produzirá cordeiros indiscutivelmente melhores, muito antes de qualquer potencialização genética.

Portanto, conheça seus animais. O rebanho mostra muito quem você é.

Equipe CordeiroBIZ

4 comentários em “Para o sucesso da mão-de-obra na fazenda: dicas de produtores neozelandeses”

  1. José Oton Prata de Castro

    Dayanne, Boa noite. Falar sobre você é chover no molhado. Estivemos participando do Simpósio sobre ovinos em Marília na UNIMAR. parabens pelo seu excelente trabalho aí no Nova Zelandia. É mais uma BRASILEIRA com raça e garra levando este gigante eternamente adormicido muito além de suas fronteiras. Gostaria de pedir, se possível, me enviasse o vídeo onde é feita a adubação de pastagens por helicóptero e outros videos com elevada tecnologia. Espero revê-la oportunamente, se possível aí na NZ. Cordialmente José Oton .

  2. Parabéns!
    Ótimo artigo, pois possui informações sucintas porém de grande importância e relevância!
    Comumente leio o que você publica e confesso que aprendo sempre coisas novas!
    Sucesso!
    Atenciosamente,
    Camila

  3. Olá José Oton! Como vai? Primeiramente, perdoe-me por responder somente agora, mas muito obrigada pelas palavras de incentivo. Elas são o combustível para me manter firme nessa jornada longe de casa e por brigar por uma ovinocultura de resultados no nosso país. Fico muito feliz que esteja acompanhando nosso trabalho pelo CordeiroBIZ! Quanto as vídeos, vou conseguir os links no youtube para você porque não tenho esse material. Com certeza será muito bem-vindo aqui na fazenda em qualquer momento que quiser nos visitar! Forte abraço!

  4. Olá Camila! Fico extremamente feliz em saber que estamos contribuindo positivamente para seu conhecimento sobre a ovinocultura! Sinta-se à vontade em nos contatar para o que precisar. Muito obrigada! Forte Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *